Comentário institucional: retomada de mercado após eleição e a tendência para terceirização de setores

O CEO da TDF Gestão Contábil, Tiago Jacobsen, faz um comentário institucional sobre o momento de retomada de mercado que o país vive e a expectativa de crescimento das empresas, assim como o aumento na procura pela terceirização de backoffice por parte dos empresários. Confira!

Após 4 anos de um mercado de serviços afetado pela crise econômica, os empreendedores, empresários e executivos de empresas nacionais e multinacionais têm uma nova perspectiva com a eleição do candidato Jair Bolsonaro (PSL) a Presidente do Brasil. A expectativa agora é para a formação da equipe econômica para que possa definir com solidez as políticas que serão adotadas a partir de 2019.

Não tenhamos dúvida que boa parte dos investimentos no Brasil ocorrerá após estas definições saindo do papel e o discurso indo para a prática da concretização. Alguns temas são fundamentais e trazem à luz a necessidade da mudança. Dentre eles, a REFORMA TRIBUTÁRIA, REDUÇÃO DA MÁQUINA PÚBLICA e REFORMA DA PREVIDÊNCIA.

As mudanças ocorrem no momento certo. Este clima do NOVO, de novas perspectivas econômicas e políticas, já trouxeram avanços no cenários de contratação de serviços.

Nosso comparativo medido pelo nosso setor de prospecção ativa por 400 empresas, tendo como referência 50% em RS e outros 50% em SP, computaram um aumento em 28% na decisão de realizar a terceirização na área do backoffice para 2019 em comparação com a mesma medição em 2018.

Dessa forma, esse índice dentro do planejamento estratégico da nossa instituição é um marco na retomada de mercado para a terceirização de serviços contábeis, fiscais e de departamento pessoal.

Temos uma mesa de 30 contadores especializados e focados em atender sua Gestão Contábil, Fiscal e Departamento pessoal no ERP PROTHEUS. Precisamos voltar a confiar no Brasil e as empresas precisam prosperar.

O cenário de prosperidade gera confiança e a direção da TDF compartilha de seus desejos para que os próximos 4 anos sejam de colheita e para que possamos voltar a gerar emprego e fortalecer nossa base.

Muito obrigado.”

Tiago Jacobsen – CEO da TDF

 

Postado em: